Thiago Cesar Silva

SÃO PAULO

 
 
 
 

"Legado é uma oportunidade de construir o futuro sem se desconectar do passado. O legado é a ponte." Para Thiago Cesar, um de nossos Alados e brand & editorial manager na Netflix, é a partir do legado que deixamos que outros poderão construir novas histórias e realidades. 

Thiago acredita que hoje a abordagem mudou. A audiência passou a se considerar "audiência de verdade" e exigir trocas mais profundas, através de conversas que enriqueçam todos os lados. Afinal, isso é engajamento, certo? Esta sequência de conexões racionais e emocionais entre pessoas e instituições, causas ou marcas. 

Para ele, hoje o diálogo passa a estar acima, além da plataforma. Se tem uma coisa boa que as redes sociais trouxeram, aliás, talvez seja isso. Antes as pessoas se consideravam espectadoras passivas, mas hoje reagem e sabem do poder de sua reação. "Isso mudou tudo. As marcas precisam trocar com as pessoas, e às vezes aprender a ficarem quietas, a não venderem nada ou apenas compartilhar o seu ponto de vista.", ele reitera. 

De alguma forma, as pessoas aprenderam com as marcas a serem marcas também, e isso acabou corrompendo o espaço digital de maneira silenciosa: "O quanto as pessoas estão sendo advertisers delas mesmas?", Thiago questiona. Para ele, isso traz uma sensação de felicidade eterna, contínua, ininterrupta: estamos sendo contaminados pela felicidade do outro, que, em geral, não é sempre genuína. 

De tudo que vem observando, aponta uma tendência global com poder de escala gigante: uma era pós-redes, um início de rechaço generalizado às mídias sociais. 

Aqui na ASAS Thiago nos ajuda a pensar conceitos aplicados à realidade contemporânea, numa leitura pontual sobre o contexto e o passado. O que significam as palavras felicidade, mídia, privacidade hoje em dia? Seus pontos de vista contribuem para afinar o nosso olhar para o legado que estamos construindo aqui.

Dê um play no video e ouça esta mente brilhante falar.